Você já parou para conhecer o significado de condomínio? É viver em copropriedade, o que significa que todos os moradores compartilham dos mesmos benefícios e têm direitos iguais sobre eles. Nesse caso, a gestão de condomínio foi criada para mantê-lo bem cuidado e preservar a boa convivência entre os moradores.

Nesse texto, você, síndico ou morador de condomínio, vai entender o que é a gestão de condomínio, se existe uma lei para condomínio residencial e qual a diferença entre convenção de condomínio e regimento interno, contando ainda com algumas curiosidades, como o horário de silêncio. 

Todas essas informações vão ajudar você a entender os motivos para contar com uma administradora de condomínio. Confira!

O que é gestão de condomínio?

A gestão de condomínio é uma função que requer conhecimento contábil, civil, trabalhista e administrativo, porque um condomínio possui movimentação financeira tanto para manter a estrutura bem conservada quanto para o pagamento em dia dos funcionários.

Todo condomínio precisa de um síndico para lidar com esses assuntos e, geralmente, para escolher alguém para esse cargo os moradores fazem uma assembléia de condomínio (reunião). O tempo de mandato do síndico não pode exceder dois anos, mas a mesma pessoa pode ser reeleger. 

Caso um dos moradores seja eleito síndico, ele ainda pode contar com uma empresa de gestão de condomínio para auxiliar na manutenção do empreendimento. E, caso nenhum morador seja escolhido, os moradores podem se reunir para estudar a possibilidade de escolher uma administradora.

Existe lei de condomínio residencial?

Sim, existe! É a lei Nº 4.591, conhecida como Lei do Condomínio. Para você saber todos os assuntos que essa lei regulamenta, reunimos aqui os títulos e seus capítulos. Seja você síndico ou morador de condomínio, é importante dar uma olhada para saber o que consta na lei e conhecer seus direitos e deveres:

  • Título 1: Do Condomínio
      • Capítulo 2: Convenção de Condomínio
      • Capítulo 3: Despesas do Condomínio
      • Capítulo 4: Seguro Incêndio, Demolição e Reconstrução Obrigatória
      • Capítulo 5: Utilização da Edificação ou do Conjunto de Edificações
      • Capítulo 6: Administração do Condomínio
      • Capítulo 7: Assembléia Geral
  • Título 2: Das Incorporações
    • Capítulo 1: Disposições Gerais
      • Seção 1: Patrimônio de Afetação
    • Capítulo 2: Obrigações e Direitos do Incorporador
    • Capítulo 3: Construção de Edificação em Condomínio
      • Seção 1: Construção em Geral
      • Seção 2: Construção por Empreitada
      • Seção 3: Construção por Administração
    • Capítulo 4: Infrações
    • Capítulo 5: Disposições Finais e Transitórias

Se você é síndico, é importante estudar todos esses assuntos para saber como agir e defender os direitos dos moradores em cada ocasião. E, se você é morador, se atente ao título 1, que fala sobre o condomínio em geral, porque nele contém os assuntos mais rotineiros.

Qual é o horário de silêncio em condomínio?

Geralmente, o horário de silêncio em condomínio está previsto no Regimento Interno de Condomínio, que é um documento onde se prevê as regras de conduta para manter a boa convivência entre os moradores. 

Grande parte dos condomínios estipulam o horário de silêncio a partir das 22h. Portanto, festas, reuniões, músicas e conversas precisam ser suspensas para todos os moradores terem seu momento de descanso garantido. 

Porém, caso o horário de silêncio não seja respeitado por algum morador, os demais podem reclamar para o síndico ou administradora do condomínio. Nesse caso, o síndico ou a administradora vai conversar com o morador que não está respeitando o horário de silêncio, para pedir a colaboração. E, caso o barulho continue, a polícia pode ser acionada e o morador pode ser multado. 

Qual a diferença entre convenção de condomínio e regimento interno?

A Convenção de Condomínio é um documento no qual é especificado todas as regras internas do condomínio. O Regimento Interno é uma dessas regras, onde é discriminado, por exemplo, os horários de silêncio, os valores das multas e as regras de utilização das áreas comuns do condomínio.

A Prolar é administradora de condomínios em Caxias do Sul

Isso desde 1970! Estamos entre as maiores administradoras de condomínios do interior do Rio Grande do Sul e nos destacamos por ser a primeira empresa do segmento em Caxias do Sul. 

A gente se adequou para atender às necessidades específicas de cada condomínio, seja residencial ou comercial, de pequeno ou grande porte. Então, acumulamos uma experiência de mais de 45 anos em administração de condomínio.

Pacote de gestão de condomínio

A gente elaborou um pacote de gestão de condomínio pensando em tudo o que pode melhorar tanto a gestão do síndico quanto a vivência dos moradores de condomínio. Então, estes são os serviços que nós oferecemos para gestão de condomínio e no nosso site tem os detalhes do que fazemos:

  • Assembléias
  • Assessoria Contábil
  • Prestação de Contas
  • Recursos Humanos
  • Cobrança
  • Assessoria Jurídica
  • Arquivamento e Digitalização de Documentos
  • Orçamento e Manutenção do Condomínio

Atendemos online 

Como sempre reforçamos, uma administradora de condomínio auxilia nas responsabilidades do síndico de manter o condomínio em perfeito funcionamento. E para melhorar o nosso relacionamento com os clientes de condomínio e facilitar a comunicação com eles, desenvolvemos meios específicos para fazer o atendimento online. Conheça abaixo!

App Townsquare

Para enviar comunicados ao síndico ou aos vizinhos, autorizar convidados e prestadores de serviço a entrar no condomínio, entre outros serviços. Tudo isso agiliza o controle e a administração do espaço.

Seguro e Assistência

Para a resolver problemas emergenciais que exigem profissionais como: encanador, chaveiro e eletricista.

Conte conosco para melhorar a sua experiência de morar em condomínio!